ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Cabo Verde vai beneficiar de 10 MEuro de fundos regionais da UE para a África Ocidental 11 Maio 2017

Cabo Verde vai beneficiar pela primeira vez de fundos do Programa Regional da UE para a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) no valor de 10 milhões de euros para financiar projetos de energia, competitividade e transportes.

Cabo Verde vai beneficiar de 10 MEuro de fundos regionais da UE para a África Ocidental

O anúncio foi avançado hoje (10) aos jornalistas pelo chefe da delegação da União Europeia (UE) em Cabo Verde, José Manuel Pinto Teixeira, adiantando que este será um valor a somar aos 55 milhões de euros do programa de financiamento nacional a Cabo Verde para o período 2016-2020.

"Pela primeira vez, Cabo Verde vai ter fundos substanciais do programa regional da União Europeia para a Comunidade Económica de Estados da África Ocidental [...] além dos programas de apoio bilateral que a União Europeia tem com Cabo Verde. São cerca de 10 milhões de euros", disse. Um dos projetos que irá beneficiar desses fundos é a implantação nos países da CEDEAO do Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial (CERMI), estimado em 2 milhões de euros.

O presidente do Conselho de Administração do CERMI, Luís Teixeira, explicou que os recursos serão usados para "fazer a ancoragem do CERMI" na CEDEAO e promover a formação de formadores de países da África Ocidental na área das energias renováveis.

O projeto, que será executado em parceria com a agência de cooperação luxemburguesa, que financiou a criação do CERMI, foi apresentado hoje na cidade da Praia, no âmbito da semana da Europa, que assinala os 10 anos da Parceria Especial UE/Cabo Verde.

"Há cerca de três anos fomos abordados pelas autoridades cabo-verdianas e pelo Luxemburgo no sentido de apoiar o desenvolvimento deste centro, de alta tecnologia, como um centro regional para as energias renováveis e manutenção industrial. Foi no quadro do programa regional com a CEDEAO que se conseguiu o financiamento para que este centro possa prestar serviços na região" da África Ocidental, disse José Manuel Pinto Teixeira. Além deste, José Manuel Pinto Teixeira adiantou que os fundos irão financiar também um projeto na área da competitividade das empresas, que arrancará em breve e disponibilizará financiamento diretamente a pequenos e médios empresários, e outro na área dos transportes, ainda em fase de definição.

A União Europeia e Cabo Verde assinalam durante toda esta semana, com um conjunto de iniciativas, os 10 anos da Parceria Especial. Os programas de apoio nacional e regional da União Europeia são financiados através do Fundo Europeu de Desenvolvimento (FED). Fonte: Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade


Newsletter