POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

MpD reage às acusações do PAICV sobre a derrapagem orçamental: Miguel Monteiro afirma existir excesso de liquidez no país 20 Abril 2017

Em reacção às declarações do PAICV sobre a derrapagem nas contas do Estado e perigo para a sustentabilidade macroeconómica de Cabo Verde, o Movimento para a Democracia (MpD) convocou a imprensa, esta quarta-feira, 19, para esclarecer alguns aspectos referidos pelo maior partido da oposição cabo-verdiana. O secretário-geral do partido no poder, Miguel Monteiro, afirma que que actualmente existe um excesso de liquidez no sistema financeiro cabo-verdiano e que o PAICV tirou uma conclusão completamente errada e ilógica quando avança existir o perigo para a estabilidade macro-económica de Cabo Verde.

MpD reage às acusações do PAICV sobre a derrapagem orçamental: Miguel Monteiro afirma existir excesso de liquidez no país

Para o MPD, o endividamento interno passou de 45. 998,1 Milhões de escudos em 2015, para 52.516,3 milhões de escudos em 2016, o que, segundo Miguel Monteiro, representa apenas um aumento de cerca de 6,5 milhões de escudos. “Por outro lado, é do conhecimento de todos, excepto do PAICV, que existe actualmente, um excesso de liquidez no sistema financeiro, ou seja, este partido tirou uma conclusão errada e ilógica”, rebateu.

Esclarecendo ainda as dúvidas sobre as contas trimestrais do Estado, Monteiro mostra que o stock da dívida pública atingiu os 210.726 milhões de escudos, sendo a dívida interna de 52.516,3 milhões de escudos (32% do PIB) e a dívida externa existente é de 158.209,7 milhões de escudos (96,5% do PIB).

Por conta disso, este eleito nacional e dirigente do MpD mostra que, diferente ao anterior Governo, o actual sempre se disponibilizou em responder aos questionamentos dos deputados, “seja no Parlamento ou através de missivas”.

“Convém relembrar que, o país que o Governo do MpD encontrou foi desastroso, pelo que passamos a apontar um quadro negro com os seguintes aspectos: crescimento económico rastejante, situação catastrófica na TACV, derrapagens e situação crítica na IFH com o projecto Casa para Todos, transporte irregular para as ilhas do Maio e São Nicolau, criminalidade elevada, utilização indevida de fundos do Estado, entre outros”, aponta o também deputado ventoinha.

Perante estes factos, Miguel Monteiro assevera que desde quando o MpD assumiu a governação do país, conseguiu responder alguns anseios, nomeadamente o pagamento de salário a 249 novos professores, o aumento salarial de 3% ao pessoal docente e de 2% do pessoal afecto à Polícia Nacional, o descongelamento do recrutamento do pessoal da saúde, a evolução na carreira dos agentes da Polícia Judiciária e o descongelamento de recrutamento do pessoal da justiça.

Face às denuncias do PAICV, Miguel Monteiro aconselha àquele partido de esquerda no sentido de fazer uma oposição “pujante, assertiva, com maior seriedade e baseada na realidade do país”.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade


Newsletter