SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Criminalidade em São Filipe: Munícipes preocupados com onda de assalto por quadrilha de menores 18 Abril 2017

Uma quadrilha de adolescentes assaltou, neste Domingo,16, uma residência na Avenida Achada Pato, Cidade de São Filipe, tendo levado vários equipamentos informáticos, bebidas alcoólicas e utensílios domésticos. Os sanfilipenses - preocupados com essa onda de assaltos e roubos que envolvem crianças e adolescentes - pedem às autoridades e famílias que implementem medidas urgentes no sentido de se repor a segurança no concelho. Os suspeitos do crime são, na maioria, crianças com idades compreendidas entre os 12 e 15 anos, que vêm praticando roubos e assaltos nas residências da cidade dos sobrados.

Criminalidade em São Filipe: Munícipes preocupados com onda de assalto por quadrilha de  menores

No momento que a cidade de São Filipe conhece enchentes com turistas e emigrantes que chegam de vários paises e ilhas para celebrar as festas do 1º de Maio, as autoridades locais estão preocupadas com essa onda de assalto que se registou neste fim de semana. Numa acção conjunta entre a Polícia Nacional e residentes locais, foi já capturada a quadrilha de adolescentes que assaltava residências e comércios da cidade.

Segundo apurou o Asemanaonline, foram três menores, todos suspeitos de integrar um grupo, que na tarde de Domingo, 16, assaltou a residência de um empresário, na Avenida Achada Pato, de acordo com relato de um dos vizinhos. O bando, segundo as nossas fontes, conseguiu levar vários pertences do proprietário e empresário, conhecido por Agnelo, nomeadamente computadores, máquinas fotográficas, bebidas alcoólicas, telemóveis, televisor, entre outros objectos de grande valor.

Para testemunhas oculares, há suspeitas de que estes menores, residentes no bairro de Beltchés, praticam roubos e furtos em várias residências e lojas de São Filipe para, supostamente, suportarem as despesas das festividades do Dia do Município e da Festa da Bandeira, que arrancam nesta semana.

Este diário digital tentou ouvir a Polícia Nacional, mas tal foi impossível, pelo que promete acompanhar o caso e levar mais informações sobre o caso para os nossos leitores.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade


Newsletter