Crioulo

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Cabo Verde nas Asas da Ironia 26 Março 2017

A Germano Almeida, José Lopes e Eça de Queirós que forjaram "Sob a nudez forte da verdade o manto diáfano da fantasia". Verdade e arte (‘fantasia’) dão forma e substância ao progresso humano.

Por: Luiz Cunha

1º Inventário Clínico do Morador

Nesta cidade antípoda do árido sul

Todas as vezes que passo

Frente ao portão azul

Os olhos tolhem-me o passo

2

Sempre como no início fiz

No andar junto ao Paço

A placa releio no que me diz:

3

Morador adoeceu da buliçosa artéria

Que inflige dor na alma e na matéria

E o cidadão perturba artéria a artéria

4

Há tantos anos em série

A tanta maleita e intempérie

Crónicas resiste inerme

5

Se antípoda das alegrias

Se flagelo dos dias

Se dói como chamas frias

Vence pela glória

De serem dor, escória

E vil pó alçados a obra divina

Heróica crónica da humana sina.

(Somada, 1995-2017)

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade


Newsletter