INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Turquia suspende relações com Holanda 14 Março 2017

A Turquia suspendeu, nesta segunda-feira (13), suas relações, ao mais alto nível, com a Holanda, alegando o bloqueio do governo holandês para que os políticos turcos participem de encontros sobre o referendo no país, declarou o vice-primeiro-ministro turco.

Turquia suspende relações com Holanda

"Até que a Holanda não repare os danos que causou, as relações ao mais alto nível e as reuniões previstas ao nível ministerial e a alto nível ficam suspensas", anunciou Numan Kurtulmus após uma reunião do conselho de ministros, acrescentando que Ancara rejeitou o retorno do embaixador holandês à capital turca enquanto "as condições expostas (para resolver a crise diplomática com a Holanda) não forem cumpridas".

Também nesta segunda o governo turco convocou pela terceira vez em três dias o encarregado de negócios holandês para protestar contra o "tratamento dado aos ministros e cidadãos turcos na Holanda", depois da anulação de atos de apoio ao presidente turco Recep Tayyip Erdogan.

Antes do anúncio, União Europeia e a Otan tentavam acalmar a crise. A UE apelou a Ancara a "se abster de toda declaração excessiva e ação que possa exacerbar a situação", após o presidente Erdogan prometer que a Holanda "pagará um preço alto" pelo tratamento dado aos dois ministros turcos, que, segundo ele, recordam "o nazismo e o fascismo".

"É essencial evitar uma nova escalada e encontrar os meios de acalmar a situação", acrescentou a UE em uma declaração da chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini.

O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, também pediu aos países da Aliança Atlântica que "contribuam para uma desescalada das tensões" diplomáticas entre a Turquia e alguns países europeus.

"Eu incentivaria a todos os aliados a mostrar um respeito mútuo, a manter a calma e ter um enforque comedido para contribuir para uma desescalada das tensões", declarou Stoltenberg à imprensa.

O governo americano também pediu calma nesta segunda-feira a Turquia e Holanda. "Ambos são sólidos sócios e aliados na OTAN. Lhes pedimos que a situação não entre em mais uma escalada e que trabalhem juntas para resolvê-la", disse um alto funcionário do Departamento de Estado antes do anúncio da suspensão das relações diplomáticas entre os dois países.

A fonte afirmou que o governo de Donald Trump não interveio diretamente no conflito porque Turquia e Holanda são "democracias fortes" e "podem solucionar o problema entre elas".

O alto funcionário não defendeu Ancara nem Haia, mas ressaltou que "os cidadãos devem poder manifestar-se pacificamente e que ambos os países devem evitar a guerra de palavras vista durante o final de semana". Crise Desde sábado, os dirigentes turcos criticam as autoridades holandesas. Na véspera, Erdogan prometeu que elas "pagarão um preço alto" pelo tratamento dado a dois ministros turcos, que, segundo ele, recordam "o nazismo e o fascismo".

Neste contexto de extrema tensão, a Holanda pediu nesta segunda-feira a seus cidadãos na Holanda que fiquem "vigilantes" e evitem "as concentrações e locais muito lotados".

Durante o fim de semana, houve várias manifestações diante das representações diplomáticas holandesas em Istambul e Ancara.

A Holanda expulsou no sábado a ministra turca da Família, Fatma Betul Sayan Kaya, e negou a autorizar uma visita do chefe da diplomacia turca, Mevlut Cavusoglu.

Os dois diplomatas turcos iriam participar de comícios para promover entre os turcos nesse país o ’sim’ no referendo constitucional previsto para 16 de abril na Turquia que visa a reforçar os poderes de Erdogan.

A presença de políticos turcos nesses comícios deu lugar nas últimas semanas a confrontações entre Ancara e várias capitais europeias, o que não aconteceu em período eleitorais anteriores.

No domingo, diante de milhares de seguidores em Kocaeli, norte do país, Erdogan afirmou em um discurso que as reações europeias refletiam uma espécie de "islamofobia".

Fonte: G1

Os artigos mais recentes

26 Apr. 2017
OPINIÃO
Dias trumpianos

100% Prático

publicidade






Mediateca
publicidade

Cap-vert

Uhau

Uhau