OPINIÃO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

O BITÉZIO NÃO ERA FEITICEIRO (02-08-16) 01 Março 2017

O povo da Achada Grande e os dos outros bairros da Praia que conheciam Bitézio pela sua grande fama que ele tinha como valente e feiticeiro, tinham-lhe grande respeito.

Por: João da Luz ( Greenwich )

O BITÉZIO NÃO ERA FEITICEIRO (02-08-16)

O Bitézio era um homem normal e pacífico, sem uma pinga de combustível, ele não ia longe e não incomodava ninguém. Era um homem bem constituido e de muita força. Era um pouco coxo que fazia confusão a qualquer sujeito que quisesse avaliá-lo. A profissão dele era quebrar rocha e penedos com marreta no tempo dele que as casas eram construidas de pedras. Ele era um homem bem constutuido e muito bem treinado fisicamente. Ele era um dos três homens mais valentes da Achada Grande Frente. Por isso que lhe tinha muito respeito, mas apesar de toda a sua fama, as pessoas da Achada Grande Frente e Trás brincavam com ele sem nenhum receio de apanhar uma sova. Quando brincavam com ele, querendo dizer que ele voava, ele achava graça e ficava orgulhoso.

Não sei quando e nem porquê que esta fama teve origem. Ele era muito mais velho do que eu, quase idade de meu pai, que quanto a idade, podiam considerar-se colegas.

Ouvi uma estória dele com o Tita Cololo, mas acho que foi reflexo daquilo que as pessoas pensavam que ele era: No vale da Praianegra havia muito coqueiro e tamareira naquele tempo, mas tambem havia guarda permanente. Bitézio e Tita Cololo foram furtar coco. Sendo Bitézio atleta e mais novo que o Tita, foi ele que subiu. Quando apareceu guarda, o Tita Cololo não tinha mais que fazer senão correr para que não fosse identificado. Correu e subiu a subida da Achada Grande Frente e quando chegou, encontrou lá o Bitézio sentado e tranquilo da vida como que se nada tivesse ocorrido. Ele achou que o seu companheiro voou. Ele mostrou muita admiração, mas não ousou ir muito longe, por respeito.

O Bitézio percebeu a atitude do Tita e passou a pensar maneira para o confundir, ou meter-lhe medo. Ele não via possibilidade de imitar corpo de um animal quadrúpede na sua presença; então, ele pôs-se na escuridão da Achada Grande, numa noite sem luar, onde não se via onde se punham os pés. Mas, o desgraçado do Bitézio, com energia que ele tinha, quase que voava sem asas. Pôs se na rota do Tita, imitando figura de animal quadrúpede a uns vinte metros da casa do Tita. O Tita estava ciente, quando viu a figura de um quadrúpede e qualquer coisa mais, esqueceu-se do Bitézio ou pensou que ele vinha comê-lo, gritou o nome da sua esposa: Siarinha...

Siarinha... Siarinha!... Bitézio... e pôs a porta dentro caiu sem voz, A Siarinha levantou-se sem perceber bem o que estava passando, mas, entendendo que o Tita n ão falava, puxxou um bacio de urina de debaixo de cama que deitou em cima do marido, deixou cerca de dois decilitros que o fez beber, ele ainda inconsciente. Nesta altura o galo cantou e o Tita falou. Sapatinha ribeira riba, sapatinha ribeira baixo, quem sabe mais, conta melhor.

João da Luz ( Greenwich )

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade



Newsletter