ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Corpo de Mascarenhas Monteiro estará na Presidência da República até às 20 horas 17 Setembro 2016

O corpo do antigo Presidente da República, António Mascarenhas Monteiro, estará em câmara ardente no Palácio da Presidência da República, na cidade da Praia até às 20 horas deste sábado para apresentação das condolências. Amanhã, domingo, às 13 horas, acontece a cerimónia de honras fúnebres ainda na cidade da Praia. Já o enterro será no final do deste domingo na cidade da Assomada.

Corpo de Mascarenhas Monteiro estará na Presidência da República até às 20 horas

O corpo de António Mascarenhas Monteiro estará em câmara ardente no Salão Beijing do Palácio da Presidência da República a partir das 11 horas deste sábado até às 20 para apresentação das condolências pelas entidades oficiais e da população.

Já a cerimoniá de honras fúnebres acontece amanhã, domingo, a partir das 13 horas. Perto das 15 a urna será transladada para a cidade da Assomada, Santa Catarina, de onde Mascarenhas era natural.

O antigo Presidente da República de Cabo Verde, António Manuel Mascarenhas Gomes Monteiro, foi uma das figuras mais ilustres do país. Nasceu a 16 de Fevereiro de 1944 em Ribeira da Barca, Santa Catarina, de Santiago. Originariamente de uma família de proprietários e de comerciantes, fez os seus estudos primários em Assomada e os liceais na cidade da Praia .

Mais tarde viajou para a Europa para iniciar os seus estudos em direito, primeiro em Portugal, depois na Bélgica, onde se licenciou na Universidade Católica de Lovaina. Neste país, foi investigador no centro interuniversitário de direito da Universidade Católica de Lovaina e assistente da faculdade de direito da mesma universidade.

De regresso ao país, após a independência, foi secretário-geral da Assembleia Nacional entre 1977 e 1980. Desempenhou depois as funções de presidente de Supremo Tribunal de Justiça, onde foi Juiz conselheiro.

Com a adopção do regime multipartidário, em 1990, António Mascarenhas Monteiro candidatou-se à Presidência da República com o apoio do Movimento para a Democracia e foi o primeiro presidente democraticamente eleito em Cabo Verde, através do sufrágio universal e pelo voto directo e secreto. Foi Chefe de Estado de 22 de Março de 1991 a 22 de Março de 2001.

Após dois mandatos retirou-se do activo nacional mas, devido ao prestígio angariado, foi bastas vezes convidado por organismos internacionais, de entre eles a Unidade Africana e a Organização das Nações Unidas, para ser mediador internacional em zonas de conflitos e também para conferências em vários foruns no estrangeiro sobre a democracia, os direitos humanos e os grandes problemas do continente africano e do mundo. Criou em 2002 a Fundação Esperança que trabalha com crianças e jovens vulneráveis.

Foi agraciado com o Grande Colar da Ordem da Liberdade (Portugal) em 1991 e com o Grande Colar da Ordem do Infante D. Henrique, igualmente de Portugal, em 2000. Em Setembro de 2006, aceitou a sua nomeação como enviado especial a Timor Oriental, designado pelo secretário-geral da ONU, Kofi Annan.

Em 2001 foi homenageado pela Câmara de Santa Catarina, durante a comemoração de mais um ano de elevação de Assomada à categoria de cidade. Esta foi, segundo Mascarenhas Monteiro, a distinção que mais lhe agradou por ter partido de gentes da sua terra natal. Em Dezembro de 2015, recebeu da Universidade do Mindelo o título de Doutor Honoris Causa, tendo sido a última homenagem que recebeu em vida.

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade



Newsletter