Autárquicas 2016

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

SN: Reviravolta na Ribeira Brava impõe nova contagem de votos para apurar o vencedor das eleições autárquicas 05 Setembro 2016

Ribeira Brava de São Nicolau só vai saber quem é vencedor oficial das eleições autárquicas somente depois de se recontar os votos na Assembleia de Apuramento Geral, que acontece hoje, segunda-feira, 5, a partir das 15 horas na Câmara Municipal daquele município. Isto porque houve uma troca de números numa mesa de votos na localidade de Belém onde, segundo informações apuradas por asemanaonline, fez com que houvesse uma reviravolta nos resultados que antes apontavam Pedro Morais, do Grupo Independente de Ribeira Brava Renovado (GIR-B), como o vencedor. Por causa disso, Osvaldo Fonseca, do Movimento para a Democracia (MpD), aparece como o vitorioso destas eleições autárquicas na Ribeira Brava.

SN: Reviravolta na Ribeira Brava impõe nova contagem de votos para apurar o vencedor das eleições autárquicas

“Os dados que recebemos da mesa de votos da localidade de Belém apontam que Osvaldo Fonseca, candidato do MPD, é o vencedor das autárquicas na Ribeira Brava, com uma diferença de oito votos. Os dados que chegaram até a sede da CNE foram lançados e estão no sistema do NOSI. Entretanto, o edital na porta das assembleia aponta vitória para o GIRB”, explica Analisia Fortes.

Analisia ressalva que a CNE não trocou e nem inventou votos. Os dados que lançaram são os que receberão da mesa que estão diferentes com os afixados na Assembleia de Voto. Por isso, pode-se dizer que os resultados são provisórios e que serão apurado os resultados finais após nova contagem. “Vamos dar os resultados finais depois de analisar os dados na Assembleia de Apuramento Geral que far-se-á a partir das 15 horas na Câmara Municipal”, informa.

Entretanto, a responsável da Comissão Regional das Eleições (CRE), Analisia Fortes não garante que os resultados saem hoje. Isto porque vai-se confirmar as actas, analisar as urnas, recontar os dados de todas as localidades para se saber quais os dados correctos. A diferença, por número reduzido de votos, pode ser alterada com uma segunda contagem e com os resultados finais.

Sabe-se que ontem a noite, após apurar a maioria das mesas de votos, numa primeira reacção à RCV, Pedro Morais comemorava a vitória e mostrava-se aberto para trabalhar com Osvaldo Fonseca, do MpD, considerando o candidato e o partido um parceiro para procurar o melhor para o município. Pedro Morais disse ainda que "quando entrou para o desafio de se candidatar tinha a noção que na Ribeira Brava poderia vir a ter uma câmara partilhada".

Contactado por este jornal online, Pedro Morais diz que o grupo está em situação de desvantagem. Defende, no entanto,que agora não é momento para falar sobre os resultados ou sobre uma possível parceria com o MpD para gerir a Câmara Municipal da Ribeira Brava. “Vamos aguardar com serenidade e daremos uma declaração oficinal depois do apuramento final. E sendo que a situação esta complicada, conforme a posição de vencedor ou perdedor poderemos falar na partilha ou não de poder com o MpD”, manifesta Pedro Morais.

Osvaldo Fonseca, candidato do MpD, ainda não reconheceu a derrota. No entanto, festejou vitória ontem a noite no Terreiro. Mas Fonseca também prefere falar oficialmente somente após nova contagem e a divulgação final do escrutínio.

Segundo os dados da CNE, Carlos Barbosa, do PAICV, conseguiu neste sufrágio 29.6.% dos votos. Os dados indicam que a Câmara Municipal de Ribeira Brava vai ficar dividida e será partilhada entre as três candidaturas. Resta o povo aguardar para saber quais os dados que estão correctos e saber assim quem é o presidente da Camara Municipal da Ribeira Brava de São Nicolau.

VD

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau
publicidade


Newsletter